terça-feira, 1 de agosto de 2017

BOA NOITE - Pam Gonçalves #BEDA2017

Desde a Bienal do Livro 2016, quando participei de um bate-papo com a booktuber Pâmela Gonçalves, me interessei por seu primeiro romance. Boa Noite foi minha primeira leitura concluída no mês de Agosto!


O livro não traz uma trama muito complexa, ou um grande número de personagens. A narrativa se passa, em sua maioria, na República das Loucuras, local que recebe a protagonista Alina durante sua graduação em Engenharia da Computação. Nos envolvemos desde os primeiros capítulos com a rotina e intimidade dos moradores da república, o que cria um vínculo forte entre leitor e personagens.

Quando não estão em aulas, os moradores da república se dividem entre festas e eventos característicos da vida universitária. Acredito que o principal objetivo da autora tenha sido apresentar aspectos sempre presentes, mas nem sempre comentados, do ambiente acadêmico. As bebidas e drogas, as diversas formas de preconceitos e as intrigas geradas pela convivência são algumas características acrescentadas aos poucos à obra, conforme Alina vai se adaptando e descobrindo novidades de sua nova vida.


Entretanto, todo o livro é permeado pela questão feminina, já que apresenta diversas situações de machismo, principalmente pelo fato da protagonista estar em um curso da área da tecnologia, cujas vagas são ocupadas predominantemente por homens.

Quando um concurso em sua faculdade é anunciado, Alina percebe tratar-se da oportunidade perfeita para denunciar tais situações por meio da criação de um aplicativo. No primeiro semestre de aulas ela conhece Artur. À primeira vista, o príncipe com o qual Alina sempre sonhou, mas aos poucos suas atitudes parecem revelar características de sua personalidade que podem ser nocivas à protagonista.

Embora a letra um pouco pequena, a edição é bonita e a leitura bem ágil, principalmente pelo citado envolvimento com os amigos de Alina (cheguei até a adiar um pouco o término pois sabia que sentiria saudades deles). Os temas retratados são extremamente importantes atualmente, e demandaram extrema coragem da autora, embora por vezes sejam levados ao leitor em um certo tom didático, talvez instrutivo demais, que poderiam ser incorporados à narrativa de forma mais orgânica.


Boa Noite é destinado para o público New Adult (gênero localizado entre o Young Adult e o Adulto. Para saber mais, clique aqui) e é um romance de estreia que deve agradar àqueles que já conhecem a Pâmela dos vídeos e aos novos seguidores.